Visualizações no mês

segunda-feira, abril 07, 2014

Portuguesa aguarda CND para tentar fechar patrocínio máster com a Caixa

A Portuguesa diz estar próxima de ser patrocinada pela Caixa Econômica Federal, embora prefira não revelar o nome do banco com quem tem negociações encaminhadas. Só há um grande empecilho: as certidões negativas de débito (CNDs), documentos que provam não haver dívidas pendentes ou não negociadas com o governo.
 
A cúpula da Lusa acredita ser possível adquirir as CNDs dentro do prazo de uma semana. Atualmente, o documento já está sendo providenciado junto aos departamentos financeiro e jurídico. A meta é fechar com a Caixa antes do início do Campeonato Brasileiro.
 
Competição, aliás, da qual a Portuguesa ainda não sabe a divisão que disputará. Punida pela escalação irregular de um atleta no fim da temporada passada, a equipe do Canindé perdeu pontos que culminaram em seu rebaixamento para a segunda divisão.
 
Após o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manter a decisão, a equipe decidiu apelar para a Justiça Comum. Há alguns dias, o time rubro-verde entrou com uma ação e saiu vitorioso, uma vez que obteve uma liminar que lhe devolve os pontos e, consequentemente, a vaga na primeira divisão. Mas a novela parece estar longe do fim.
 
De qualquer forma, a situação fez com que a Portuguesa perdesse também alguns aportes. As únicas parceiras que restaram foram Lupo (fornecedora de material esportivo) e DL. Recentemente, a agremiação da cidade de São Paulo ainda anunciou a fabricante de tapetes Tabacow.
 
Por outro lado, a Caixa ostenta um vasto portfólio no futebol brasileiro. São 16 clubes patrocinados: Corinthians, Flamengo, Vasco da Gama, Atlético-PR, Coritiba, Vitória, Atlético-GO, Paraná, Avaí, Figueirense, Chapecoense, Paysandu, Remo, América-RN, ABC e ASA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário