Visualizações no mês

terça-feira, outubro 21, 2014

Sem receberem funcionários da Portuguesa fazem greve

Até onde chegará a crise na Portuguesa? Não bastasse atrasos nos pagamentos dos jogadores, rebaixamento no Brasileirão do ano passado e a campanha pífia deste ano que levará a Lusa para a Série C, agora chegou a hora dos funcionários se revoltarem. Com atrasos nos salários de 16 dias, eles estão reunidos em frente a sala do presidente Ilídio Lico, desde a manhã desta terça-feira, protestando e anunciando a greve.
 
Alguns funcionários do clube estão sem receberem há três meses, enquanto os que têm carteira assinada diretamente com a Portuguesa não recebem há 16 dias. Diante do cenário, os empregados se juntaram e anunciaram a greve.
 
O próprio presidente, Ilídio Lico, assumiu o atraso no pagamento.
 
Segundo o dirigente, um dinheiro que viria de fora para arcar com as obrigações salariais não entrou no caixa do clube, que agora busca uma nova solução para conter a greve.

“Eles realmente estão sem receber. Era para a gente receber um dinheiro, que acabou não entrando, aí o pessoal se reuniu para falar comigo da situação, que é complicada. Estou fazendo o que é possível para ajudar a cumprir as obrigações do clube com eles, vamos ver o que pode ser negociado”, disse o dirigente ao portal Lusa News.
 
Uma das soluções pensadas pelo presidente é pedir um adiantamento junto à Federação Paulista de Futebol referente aos prêmios e direitos de televisão do Campeonato paulista de 2015. Cabe saber se a entidade ajudará a Lusa.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário