Visualizações no mês

terça-feira, setembro 22, 2015

Lusa in Love. Em jogo fatal, clube sorteia jantar e noite no motel

A diretoria de marketing da Portuguesa de Desportos vai se reunir nesta segunda-feira à noite para definir um pacote promocional para atrair torcedores ao Canindé. No próximo domingo, às 16h00, o time decide o futuro na Série C e precisa derrotar o Tombense em casa.
 
Entre as ações planejadas está a volta da “Lusa é Amor”. Para atrair esposas e namoradas dos torcedores, o clube vai sortear um jantar romântico e uma noite numa suíte master de motel. Esta iniciativa já deu certo uma vez, com um casal de idosos sorteados.
 
O prêmio será dado pelos parceiros da Lusa que estão apoiando o clube nas duas primeiras “ondas” de marketing.
 
No início, a Portuguesa foi atrás das padarias, através do sindicato patronal. Elas passaram a patrocinar jogadores individualmente, contribuindo com R$ 1.500,00 por mês e colocando o nome do estabelecimento na camisa do atleta escolhido.
 
Depois, foram acionados os donos de hotéis, motéis, restaurantes e bares. É daí que vão sair o jantar e a noite de romance para o casal sorteado.
 
Segundo o empresário Antonio Carlos Castanheira, 50, vice de marketing, a intenção é levar oito mil torcedores ao Canindé neste domingo. No último confronto como mandante, apenas a metade compareceu para torcer na vitória sobre o Guaratinguetá por 2 a 1.
Desde a vinda do técnico Estevam Soares, a Portuguesa anda invicta em casa. Foram cinco vitórias e um empate. Além disso, a Lusa tem o melhor ataque da primeira fase da Série C, com 29 gols.
 
Os jogadores notaram a diferença. O técnico promoveu oito jovens da base que compõem o elenco. O zagueiro Luan Peres é um deles e já está sendo observado pelo São Paulo. “Ele é uma grande promessa. É muito bom”, disse Estevam.
 
O treinador foi o responsável por algumas mudanças. A principal foi providenciar alimentação no centro de treinamento no Parque Ecológico. “Jogador de futebol precisa de três coisas: treino, alimentação e descanso”, disse Soares.
Há pouco mais de dois meses, o elenco treinava e era liberado para comer em casa.
 
O técnico da Lusa já tem na cabeça como vai trabalhar o grupo nesta semana de decisão. “Vamos blindar os jogadores. Primeiro temos que passar confiança e fazer uma semana boa de trabalho, sem necessariamente pensar no jogo o tempo todo. Isso fica para um pouco mais perto da partida. É preciso equilíbrio emocional”, disse.
 
Fora do campo, a diretoria corre atrás de mais parceiros, abrindo duas novas frentes com supermercados e postos de gasolina. É destes dois setores que devem sair os novos parceiros. Neles, como nas padarias, restaurantes, bares, hotéis e motéis, há uma parcela grande de proprietários de origem lusitana.
 
Hoje, a Lusa conta com 78 parceiros das duas primeiras “ondas”. A ideia é chegar a 100. Depois, a expectativa é dobrar este números com as ondas três e quatro.
 
Mas antes, é preciso atrair torcedores ao jogo de domingo. O Tombense é o sétimo colocado na Série C e afastou o risco de rebaixamento. O time é tocado pelo empresário Eduardo Uram. “É uma equipe forte, que está crescendo na competição”, alertou o técnico.
O time precisa da força. Uma vitória garante a vaga no octogonal final da Série C do Campeonato Brasileiro.
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário