Visualizações no mês

segunda-feira, novembro 03, 2014

Para acalmar descontentes, Lico veta treinos em dois períodos na Lusa

O presidente Ilídio Lico encontrou uma maneira de acalmar os jogadores insatisfeitos da Portuguesa, que continuam com salários atrasados. O dirigente pediu ao técnico Zé Augusto que não comande mais treinamentos em dois períodos para a equipe rebaixada à Série C do Campeonato Brasileiro.
 
“Conversei com o Zé Augusto e já falei para não fazer mais os treinos em dois períodos, porque há um descontentamento. Quando o jogador está descontente, fica difícil”, comentou Lico, embora relutante em conceder entrevistas nesta segunda-feira, após os sorteios dos grupos do Campeonato Paulista de 2015.
 
A irritação do elenco lusitano ficou notória após a consumação do rebaixamento, com direito à greve. “Os jogadores foram embora e não quiseram treinar. Isso foi na sexta-feira. Aí, no sábado, eu marquei uma reunião com todos no centro de treinamento e falei que não precisavam treinar naquele dia. Também disse ao grupo que eu tinha a previsão de pagar as dívidas até o dia 15”, recordou Lico.
 
Mesmo com as medidas adotadas, o presidente tentou compreender aqueles que não se satisfazem com a diminuição da carga de treinos e com a promessa de pagamento. “Quem não quer ir para o jogo não será forçado a jogar, entendeu? Vários atletas não ficarão no clube. Inclusive, cada um deles sabe bem quem fica e quem não fica. Então, se não quiser jogar, tudo bem. Vamos colocar a base em campo. Até porque, infelizmente, estamos cumprindo tabela”, lamentou.

Ilídio Lico só recuou em seu desabafo na hora de citar os nomes dos descontentes da Lusa. “Não quero ficar falando disso. Eles ainda estão conosco. Se eu digo que 10 ou 15 não seguirão na Portuguesa, fica ruim. Pode existir um problema de interpretação. Mas é natural que existam idas e vindas de jogadores. Isso faz parte do futebol”, concluiu, pedindo para encerrar a conversa.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário